terça-feira, maio 31, 2011

Então...

amor quente

(cazuza/humberto gessinger/renato ladeira)

preto no branco
amarelo, um pouco de azul
noite estrelada
peito feliz
olho no olho
pintura a quatro mãos
tintas claras
o mesmo cigarro
isso é amor
amor quente

água de coco pra dois
porta do carro aberta
vento morno da areia
palavras mentirosas
isso é amor
amor quente

cama de casal
luz bem baixinha pra ver
gemidos de dor e alegria
sair de si por três minutos
isso é amor
amor quente

supermercado, escolher iogurte
fazer compras juntas
brigar por besteira
isso é amor
amor quente

tomar café, banho, brisa
champanhe, tristeza, beleza
cremes, músicas, sucos, água
drogas, fumo, passar perfume
isso é amor
amor quente

imagem
Para ouvir a música

segunda-feira, maio 30, 2011

sexta-feira, maio 27, 2011


Tanta gente jovem subindo no ônibus. Tanta euforia, tantas experiências novas pra essa gente, parecem que são donos do mundo...

Primeira punheta, primeiro beijo, primeira foda, primeiro fora, primeiro porre, primeiro cigarro, primeira ressaca...
Primeiro livro lido, primeiro cd comprado, primeira roupa lavada.
Daí vem o primeiro grande amor, depois o fim desse grande primeiro amor eterno.
Primeiro choro sentado na calçada, primeira bebedeira pela falta da pessoa amada.
Primeiro nascer do sol com os amigos,
Primeiro emprego, primeira faculdade, primeiro tombo de moto
Primeira ligação para a família dizendo que tá com saudade
Primeira caixa de cerveja comprada com o próprio dinheiro, primeira compra no mercado feita a dois...
Primeiro desejo, primeira falta...

Primeiro casamento, primeira separação, primeiro aluguel, primeiros móveis, primeira casa, primeiro filho...

E as experiências continuam e acho que vai ter sempre alguém sentado no ônibus achando que os outros  pareçem  jovens, inexperiente e almejando serem os donos do mundo...

quinta-feira, maio 26, 2011

Numa madrugada Etílica

Fuçando ontem alguns velhos cadernos, encontrei um pequeno "teatro" (com todas as aspas possíveis) que eu e um amigo fizemos há um tempo atrás em frente de casa, às 3h da manhã. Digitei o texto assim como tá no papel: com os erros, com as idéias quebradas e com toda a idiotice que possa haver na idéia de dois bêbados..hehe!


Narrador: Ela era bonita, alegre, boa dancarina, dava risada alta, lia livros sempre pela metade, ficava bêbada e cantava alto. Há tempos que não se viam, que não se tocavam, que não andavam juntos de mãos dadas. Enfim, o nostálgico rapaz tomou coragem e voltou pra casa daquela jovem menina:
Menino: Época?! Vc tá ai?  Época: Tô sim!  Menino: Tava com saudade... Época: Não parecia...  Menino: Posso entrar?  Época: Pode...- murmurou a garota demonstrando impaciência com os anseios do jovem.
Narrador: O menino buscou todos os detalhes. Alguns quadros não estavam mais na parede, a música ainda era alegre e num volume agradável, a luz do Sol sentia-se a vontade lá dentro. Seu vestido longo, desbotado ainda lhe dava mais graça. Seus cabelos cacheados...Cheiro de café, louça suja, incenso suave de (?)...mas alegria, era incrível que como numa tarde tediosa, ela enchia toda aquela casa duma alegria preguiçosa!
Menino: Voltei! Época: Quer uma cerveja? Menino: Quero! Época: Aumenta o som! Vamos sentar no meio do jardim. Vc ainda sabe dançar daquele jeito engrado???

terça-feira, maio 24, 2011

segunda-feira, maio 23, 2011


Meu amor essa é a última oração
Pra salvar seu coração
Coração não é tão simples quanto pensa
Nele cabe o que não cabe na dispensa

Cabe o meu amor!
Cabem três vidas inteiras
Cabe uma penteadeira
Cabe nós dois



segunda-feira, maio 16, 2011

sábado, maio 14, 2011

E se eu mudasse meu destino num passe de mágica? Estranho, mas é sempre como se houvesse por trás do livre-arbitrio um roteiro fixo, pré-determinado, que não pode ser violado. Um roteiro interno que nos diz exatamente o que devemos ou não fazer, e obedecemos sempre, mesmo que nos empurre para aquilo que será aparentemente pior (Caio Fernando).


segunda-feira, maio 09, 2011


- Garçom, uma dose de amnésia e duas de desapego por favor.
- Vai uma de amor também?!
- Não, não. Deixa pra outro dia. (Caio f)
idéia

Festival das Cores na Índia: comemoração a chegada da Primavera



sexta-feira, maio 06, 2011

Havia a levíssima embriaguez de andarem juntos...

Os Beatles..depois de 1000 anos na visão de pesquisadores...

Como antropólogos, historiadores e outras pesquisadores poderão entender os Beatles no ano 3.000 DC.
"É minha canção resto de oração
que fugiu da igreja
Não quis mais do vinho,
 foi tomar cerveja
Voltou ao jardim
e tá esperando gente
Que só disse...sim"
(M. Moreira e Galvão)





quarta-feira, maio 04, 2011